Como fazer o bebe durmir

Você não pode forçar uma criança a dormir e também não pode ensiná-la a dormir. Não se preocupe tanto. Desde que o bebê tenha comido bem, não esteja sentindo dor e não seja interrompido constantemente, ele dormirá o tempo que for necessário. Nesta página, discutiremos o ciclo de sono do seu bebê e o seu papel neste processo.

As necessidades de sono do seu bebê

A necessidade de sono varia muito: um bebê pode precisar de 20 ou 21 horas por dia, já outro, apenas 11 horas. A quantidade real de tempo não é importante, exceto para uma mãe ou pai. Um bebê que dorme pouco pode ser tão forte e saudável quanto um que dorme por um período bem maior. Em média, um recém-nascido tem cerca de oito períodos de sono por dia. Alguns períodos podem durar de 2 a 4 horas, outros são sonecas de apenas alguns minutos.

Ajudando o seu bebê a dormir

Você pode conhecer todos estes fatos sobre o sono e pode perceber que os hábitos de sono do seu bebê não são uma indicação das suas habilidades como pais ou da bondade dele. Mesmo assim, você se sente responsável por ajudá-lo a ter a quantidade de sono necessária. Você provavelmente descobrirá que o seu bebê não dorme instantaneamente quando você o coloca no berço. De fato, o período pré-sono, talvez acompanhado por choro, pode durar até 30 min. Deite o seu bebê quando ele estiver saciado e depois de ter arrotado.

Um banho morno e uma massagem com uma loção suave, um período de afago ou um passeio de carrinho ao ar livre podem estimular o sono. Também, o quarto do bebê não precisa ser escurecido, a menos que ele esteja trocando o dia pela noite e você esteja enfrentando problemas para mudar um padrão de sono iniciado no hospital, onde o berçário é claro e tumultuado. Um quarto com temperatura em torno de 21°C é mais confortável para o bebê, que deve ser colocado dentro de um saco de dormir folgado (um cobertor ainda não é necessário), com um pijama confortável ou um macacão.

Barulhos noturnos. Não se preocupe em eliminar todo o barulho da casa porque um bebê se acostuma aos sons cotidianos bem rápido. De fato, geralmente os bebês consideram determinados sons calmantes e dormem mais rapidamente com a presença destes sons. Os sons intra-uterinos aos quais o bebê está acostumado são simulados em vários brinquedos e dispositivos sonoros. Você pode reproduzir sons muito similares usando o seu próprio gravador para registrar os sons de uma máquina de lavar louças ou de lavar roupas. Outros sons que, às vezes, os bebês consideram calmantes são o barulho do aspirador de pó, o ruído neutro produzido por uma estação de rádio fora do ar, o tic-tac de um relógio ou música suave.

Balanço. Um passeio de carrinho é apenas uma maneira de proporcionar um movimento que ajuda o bebê a dormir. Cadeiras de balanço para bebês servem para o mesmo propósito. Você pode balançar o seu bebê, andar pela casa ou dançar no quarto com ele no colo. Você ainda pode embalar o bebê para dormir balançando seu berço com cuidado.

Posição de dormir. A posição de dormir do seu bebê é muito importante. A recomendação mais recente é colocar o recém-nascido de costas, não de bruços nem de lado, como era aconselhado anteriormente. Este conselho pode não se aplicar a recém-nascidos prematuros. Consulte o pediatra do seu filho. Não se preocupe se o bebê está confortável em apenas uma posição no início e com sua cabeça um pouco achatada. Ela recuperará seu formato normal em pouco tempo.

Cueiros. Geralmente, os bebês parecem gostar da sensação de serem suavemente envoltos em cueiros. Para fazer isto, deite o bebê diagonalmente em um pequeno cueiro de algodão. Levante a ponta inferior do cueiro, dobre um de seus lados folgadamente sobre o bebê e depois dobre o outro lado. Uma alternativa é dobrar um lado do cueiro, depois a parte de baixo e depois o outro lado. O seu bebê está confortavelmente envolto em um tipo de envelope que o mantém aquecido e seguro. Quando segurar o bebê, você pode deixar a ponta de cima sobre a cabeça dele, como um capuz, se quiser.

Os bebês também gostam de ficar em espaços pequenos. Tente colocar o seu bebê em um dos cantos do berço, fazendo-o tocar o protetor de berço de um lado e um cobertor enrolado do outro. Colocar sempre o bebê deitado sobre o mesmo cobertorzinho macio, talvez sobre o qual você possa colocar uma ou duas gotas de seu próprio perfume ou colônia, pode ajudar a induzir o sono.

Os pais desejam que seus bebês durmam a noite toda, mas ele provavelmente não conseguirá ter um período de sono de oito horas até estar com alguns meses. Certamente alguém vai aconselhar você a dar cereal na última refeição da noite como forma de induzir um período de sono mais longo. Isto não é recomendado. O pediatra do seu bebê vai indicar quando o seu filho já estará desenvolvido o suficiente para consumir alimentos sólidos.

Prós e contras da chupeta. Uma chupeta pode ajudar a fazer o seu bebê dormir. A La Leche League (Liga a Favor do aleitamento) desencoraja o uso de chupetas alegando que elas podem diminuir a necessidade de sucção de um bebê e tornar sua nutrição menos eficiente. Alguns pais também as desaprovam provavelmente porque acham desagradável ver uma criança, cujas necessidades de sucção já foram superadas há muito tempo, andando pela casa com uma chupeta na boca.

De fato, alguns pais consideram a sucção, uma das necessidades instintivas do bebê, algo difícil de entender. Elas podem sentir que a sucção extra nutricional indica que algo está faltando no desenvolvimento emocional de seu filho e, portanto, eles são pais ruins.

Nada poderia ser mais errado. Os recém-nascidos precisam sugar. Esta é a forma de gratificação mais satisfatória para eles. Os benefícios de uma chupeta são aparentes quando a necessidade de sucção do bebê vai além de sua necessidade de se alimentar. Os bebês podem acordar pouco tempo depois de mamar e indicar o que pode parecer fome tentando colocar suas mãos na boca ou chorando, quando o que eles realmente querem é sugar. Sugar o dedão seria um bom substituto se os bebês pudessem encontrar estas chupetas naturais, de carne e osso, sempre que quisessem. Como um bebezinho raramente consegue colocar o dedo na boca por vontade própria, uma chupeta satisfaz sua necessidade de sugar e elimina as mamadas desnecessárias que atrapalham você e podem interferir na digestão dele.

Outro possível benefício das chupetas foi descoberto em seu uso com bebês prematuros. Aqueles que foram induzidos a aceitar chupetas no hospital desenvolveram os músculos de sucção mais cedo que aqueles que não usaram chupeta assim, os primeiros puderam interromper a alimentação intravenosa e passaram a se alimentar pela boca mais cedo.

Se você der a seu bebê uma chupeta no berço, retire-a quando ele estiver dormindo para evitar que o bebê se torne dependente dela para permanecer dormindo. E jamais amarre-a em uma fita ao redor do pescoço do bebê. Isto pode causar estrangulamento. Depois de seis meses, aproximadamente, a necessidade de sucção extra desaparece. Se você não gosta de chupetas, provavelmente, pode dar um jeito de fazê-las desaparecerem durante esse mesmo período.

A cama familiar: prós e contras

Em alguns países é costume os pais dormirem na mesma cama de seus bebês. Na Ásia e América Central, por exemplo, os conceitos sobre criação de filhos tornam incompreensível para eles que alguém espere que uma criança durma sozinha em uma cama, quanto mais sozinha em um quarto. Esta prática foi reprovada nos Estados Unidos, por assim dizer, lá pelo início do século XX, mas parece que se tornou mais comum nos últimos anos. Uma razão pode ser o interesse cada vez maior no aleitamento materno.

A maneira mais conveniente e simples de amamentar um bebê é deitar-se na cama com ele e dormir juntos quando a mamada terminar. Atualmente, até os médicos que desaprovavam de maneira mais radical pais e bebês dormirem juntos começaram a reavaliar suas convicções e alguns mudaram suas opiniões completamente.

Uma das maiores preocupações dos pais sobre dormir com bebês é eles rolarem sobre as crianças e asfixiá-las ou machucá-las. Isto não é bem assim. Seu bebê certamente acordará e chorará se você machucá-lo.

Psicoterapeutas e médicos se preocupavam com o fato de que a criança pudesse se tornar dependente de dormir com os pais, pudesse se assustar vendo os pais fazendo sexo ou pudesse ser estimulada pelo contato corpóreo íntimo com adultos. Os pais que defendem a cama familiar dizem que as crianças sempre querem suas próprias camas até o período pré-escolar (se não antes) e eles conseguem tirar as crianças sempre que desejam.

Eles garantem sua privacidade sexual fazendo sexo durante os períodos de sono mais profundos do bebê ou simplesmente indo para outro cômodo da casa. E insistem que a intimidade e o toque físicos ao dormir juntos oferecem um sentimento de segurança e conforto à criança, não de mal. Além disso, eles dizem que ambos, pais e bebês, dormem melhor na mesma cama. O bebê nem sempre acorda completamente se não está com fome e pode voltar a dormir com facilidade. E os pais podem se sentir confortáveis e tranqüilos na cama, se não estiverem dormindo, enquanto o bebê está acordado.

A questão da cama familiar é obviamente muito pessoal e os pais devem resolver isto sozinhos. Se eles discordam sobre dormir com os filhos, ou se são privados do sono necessário devido a presença da criança, é bobagem pensarem em adotar a cama familiar.

Alguns pais que não gostam da idéia de dormir com bebês chegam a um acordo de algum tipo. Eles devem colocar seus bebês em suas camas somente nas primeiras (difíceis) semanas ou podem levar o bebê de volta ao berço assim que ele dormir. Mais tarde, eles podem limitar o acesso das crianças às suas camas às manhãs do final de semana ou a uma criança doente ou assustada no meio da noite.

Na próxima seção, veremos outro tópico: como ajudar o seu bebê a parar de chorar.

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: