BRINCADEIRA DE CRIANÇA


Quem não se recorda das brincadeiras de criança, e quanto mais simples mais recordações nos trazem. Hoje com a correria diária, os pais deixam de se divertir com seus filhos, ou até acabam tirando os momentos de molecagem da criança. E o tempo de diversão deve ser respeitado, porque, na infância brincadeira é coisa séria.

Temos uma cronologia, apenas para parâmetro:

Até 1 ano de idade

Nesta fase o bebê brinca com o próprio corpo, mas precisa ter ao seu alcance objetos coloridos e sonoros para desenvolver melhor os sentidos. Os objetos mais indicados, são: os mobiles de berço, os chocalhos e outros brinquedos sonoros, para desenvolver a visão, a percepção e a audição. Tudo para eles é brincadeira, então brinquedinhos espalhados é uma boa opção. Até no banho, fica divertido ver objetos flutuantes. Mas, tenha o cuidado de verificar se são brinquedos aprovados pelo inmetro e de acordo com a faixa etária da criança.

De 1 a 3 anos

Nesta fase, ela vai aprimorar o que já aprendeu. Como já sabe andar, uma opção são brinquedos de empurrar e apoiar, eles irão contribuir o equilibrio dos pequenos. Para desenvolver sua criatividade, devem ter liberdade para desenhar e brincar com jogos de empilhar e encaixar. Bolas e bonecas também são indicadas para o desenvolvimento visual e criativo.

De 4 a 6 anos

É a fase mais simbólica da criança. Além de brinquedos que inspiram a imaginação deles (bolhas de sabão, dobraduras, bonecas, fantoches, etc…). Os livros de figuras com histórias contadas ou representadas por bonecos são bem vindos nesta época. Aproveite todos esses atributos e monte um teatrinho de fantoches com seus filhos. Tudo vale para estimular a criatividade das crianças.

De 6 anos em diante

Esta fase serve para desenvolver melhor o intelecto das crianças, como: quebra-cabeças, jogos de montar e de memória, dominó etc. Os brinquedos e atividades que exigem mais de sua coordenação motora acabam tendo seu espaço também, como: skates, bicicletas, objetos voadores, etc.
Como a criança já compreende melhor os relacionamentos sociais, é permitido incluir jogos com regras bem definidas nas brincadeiras, sejam do jogo ou que ela mesma criar.

As brincadeiras na infância leva a criança a dividir suas coisas, a interagir, a respeitar o tempo e o que é do outro (brinquedos, no caso) além de favorecer a personalidade.

Para recordar, quem não fez:

-cabana na cama da mãe;
-bolo de barro para o chá com os colegas;
-pular elástico,dança da vassoura;
-pique-esconde;
-confeccionar barquinho de jornal e colocar na água da chuva;
-bolinha de gude;
-macaco mandou;
-futebol de botão,
-batata quente, etc….

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: