Crianças pobres

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) afirma que cerca de 50 milhões de crianças vivem em estado de pobreza nos países desenvolvidos. E mais: o número de crianças nestas condições aumentou em 17 dos 24 países mais ricos do mundo durante os anos 90.
Se isto acontece nos países ricos, quanto maior não será o número de crianças vítimas da miséria nos outros países!

Trabalho perigoso, escravatura, trabalhos forçados, meninos-soldados, exploração sexual com fins comerciais e outras actividades ilícitas são algumas das formas de exploração infantil citadas no documento, que afectam 180 milhões de crianças no mundo.

O relatório mostra que as crianças são arrastadas para o mundo do trabalho e da exploração devido à pobreza e à falta de uma educação adequada, factores que estão a ser exacerbados pelos efeitos da SIDA.

No mundo, segundo dado da UNICEF, vivem cerca de 2,2 bilhões de crianças, das quais 1,9 bilhões em países não desenvolvidos, o que faz com que uma em cada duas crianças viva na pobreza.

No ano passado, morreram em todo o mundo 10,6 milhões de crianças antes de atingirem os cinco anos. Há pois um trabalho ingente de mobilizar as pessoas e os governos a ajudar estas crianças.

Há mais de 30 anos, os países mais ricos comprometeram-se a atribuir 0,7 por cento do Produto Nacional Bruto à ajuda aos países em desenvolvimento, porém, apenas cinco cumprem essa promessa: Dinamarca, Holanda, Luxemburgo, Noruega e Suécia. Uma campanha de angariação de fundos, a nível mundial, é urgente. Ofertas isoladas podem minorar mas não resolvem este problema.

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: